«

»

out 02

Relatório da Festa de São Vicente de Paulo

Quem tem o hábito de participar das Santas Missas, certamente deve ter ouvido, em suas muitas homilias, Pe. Paulo Marcelo asseverar que Santos são pessoas comuns que se destacam das demais, por ter entendido na íntegra a mensagem salvífica de Jesus  Mt. 25 … eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar… e atendido ao chamado subliminar de Deus ao serviço. A Isso podemos destacar São Vicente de Paulo, que, através da máxima “a caridade fecha os olhos e abre os braços” apresentou-nos, de forma concreta, o Reino proclamado por Jesus, pois se investigarmos a Primeira Carta aos Coríntios cap.13 constataremos que o que apraz ao Pai será, sempre, a “Excelência da Caridade”. É nessa pretensa que hoje, mais precisamente dia 24 de setembro do corrente ano, o Conselho Particular da Sociedade de São Vicente de Paulo, de Dores de Campos, comemorou, com muita simplicidade, a morte de São Vicente Paulo (27/09/1660 em Paris/França), através da Celebração da Santa Missa, seguida por uma procissão em direção ao Salão José Tarcísio, Praça Altivo Moncorvo, para uma assembléia festiva, quando numa simplicidade discursiva Raimundo do Bochecha, Presidente do Conselho Particular abriu os trabalhos. Na oportunidade o confrade Edmilson José da Silva compartilhou, com todos, uma bela mensagem, seguido pelo confrade Ilailton Trindade Santana, Comissão dos Jovens do Conselho Particular de Matozinho, que na oportunidade parabenizou a todos pelas homenagens a São Vicente de Paulo e ratificou que os trabalhos deverão continuar, sempre, sob a ótica “Deste” e no respeito às regras instituídas pelo beato Antônio Frederico Ozanan. Em seguida um quarteto de meninas, oriundas da Conferência São Luiz Gonzaga, proclamou, através de uma bela canção o propósito de nossa Fé. Antes de finalizar a reunião festiva, através de uma simples oração, foi apresentado dois novos confrades e uma consorcia.

Oração da família Vicentina

Senhor Jesus, Tu que te fizeste pobre, faze que tenhamos os olhos e o coração voltados para os pobres e que possamos reconhecer-Te neles; em sua sede, em sua fome, em sua solidão e em sua dor. Suscita em nossa Família Vicentina a unidade, a simplicidade, a humildade e a chama de caridade que inflamou o coração de São Vicente de Paulo. Dá-nos a força para que, fiéis à prática dessas virtudes, possamos contemplar-Te e servir-Te na pessoa dos pobres e um dia unirmo-nos a Ti e a eles no teu reino.
Amém

Por João Bosco de Melo

Dores de Campos, 24 de setembro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>