«

»

jun 06

“O Sagrado Coração de Jesus”

No dia 15 de junho,a igreja celebra a festa do Sagrado Coração de Jesus, que é também o  Dia Mundial de Oração pela santificação dos Sacerdotes.O padre se santifica no exercício do seu ministério a serviço dos outros,pois o padre é ordenado para os outros e não para si.Porém,ele não pode trabalhar pela santificação dos outros, se antes não trabalhar para sua própria santificação.

Irmãos,lembremos sempre de rezar,mas especialmente na festa do Coração de Jesus, pelos sacerdotes para que possam ser verdadeiros pastores, segundo o coração de Jesus e testemunhas do seu amor, da sua bondade no mundo de hoje, marcado por tanta violência, ódio, desunião e conflitos.A devoção popular ao sagrado coração de Jesus teve um grande impulso com uma pequenina e humilde freira visitandina, que o Senhor escolheu para revelar ao mundo a devoção ao seu Sagrado Coração. As aparições se deram entre o ano de 1673 à 1675, à Santa Margarida Maria Alacoque, que como os Pastorinhos de Fátima também teve dificuldades de espalhar ao mundo a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, que Ele próprio tinha revelado. Conta-nos Santa Margarida; “Meu Divino Coração está tão apaixonado pela humanidade e por ti em particular, que não podendo por mais tempo reter em si as chamas de sua ardente caridade, necessita comunicá-las por teu meio, e manifestarem-nos para enriquecê-los com seus preciosos tesouros que te descubro, que contêm as graças santificantes e salutares necessárias para retirá-los do abismo da perdição; e eu te escolhi como um abismo de indignidade e de ignorância para a realização deste grande plano, a fim de que tudo seja feito por Mim.” (autobiografia de S. Margarida Maria Alacoque, nº 53).

Do Coração Divino de Jesus e no pequeno coração humilde de Margarida nasce a Consagração ao Sagrado Coração de Jesus: “Eu,…, Vos dou e consagro, ó Sagrado Coração de Jesus, minha pessoa e minha vida, minhas ações, penas e sofrimentos…

O mesmo Jesus explica os frutos desta devoção; “O Sagrado Coração é uma fonte inesgotável que não pretende senão comunicar-se aos corações humildes para que, mais livres e disponíveis, orientem a sua vida na entrega total à sua vontade. Deste Divino coração, brotam sem cessar três canais de graça. O primeiro é a da misericórdia para com os pecadores, sobre os quais infunde o espírito de contrição e de penitência. O segundo é a da caridade, para auxílio de quantos padecem tribulações e em especial dos que aspiram à perfeição, a fim de que superem todas as dificuldades. O terceiro é de amor e luz para os seus amigos perfeitos que deseja unir a Si para a fim de que eles se consagrem inteiramente a promover a sua glória, cada um a sua maneira”. (S. Margarida Maria Alacoque, Vie et Oeuvres).

O ato de consagração, só foi feito mesmo, no dia 11 de Junho de 1899, pelo papa Leão XIII, em união com toda a Igreja é consagrou-se toda a Raça Humana ao Sagrado Coração de Jesus.

Certamente, Nossa Senhora vem pedir reparação ao Santíssimo Coração de Jesus, porque também ela sofre ao ver o seu filho sendo tratado com tanto desprezo e indiferença pelos homens que continuam a não ouvirem a voz de Deus e da Mãe que pedem reparação.

Fonte:  Site Canção Nova – Fátima hoje

Por Ayla Souza – Pascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>