«

»

mar 17

O Planeta Terra em estado de alerta! – Parte I

   A campanha da fraternidade de 2011, elaborada pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), tem como tema: Fraternidade e Vida no planeta e lema: A criação geme em dores de parto (Rm 8,22). A concretização dessa proposta tem como cerne, o apelo à sociedade para os problemas ambientais do Brasil e do planeta. O meio ambiente não se restringe apenas à natureza, mas a todos os ambientes habitados pelo ser humano. E existe urgência em organizar estratégias para melhorar o meio ambiente brasileiro.


   A igreja católica em união com outras igrejas, em um movimento ecumênico, conclama todos os segmentos brasileiros, para ações de conscientização e concretização de ações em prol do meio ambiente em que vive. A escola como disseminadora do saber aos educandos, é um dos segmentos centrais dos trabalhos de conscientização na sociedade dorense. O pároco da cidade, Padre Paulo Marcelo Daher Gomes Filho, em uma reunião com os catequistas e os educadores da cidade, propôs que em todas as escolas da comunidade acontecessem trabalhos de conscientização com crianças, adolescentes e adultos em todo o tempo da campanha da fraternidade e que os educadores e educandos apresentassem nas missas o conteúdo trabalhado nas escolas.

   A proposta do pároco é mais ampla, pois propõe que as escolas juntamente com outros segmentos da sociedade dorense realizassem uma ação concreta em prol do meio ambiente na cidade. E em conjunto os educadores, decidiram que seria feito um planejamento para paralisar a voçoroca que existe na área denominada, de complexo. A voçoroca é um acidente provocado pelo desmatamento da natureza, isto é, invasão humana. O problema ambiental é muito grave, pois com a incidência das chuvas o “buraco” aumenta e as casas da região ficam ameaçadas de trincas e mesmo de desabamentos, como o que aconteceu na região Serrana do Rio de Janeiro. Se vocês acham que é um exagero, observem o aumento do buraco, ao longo dos tempos.

   Esse problema ambiental denominado como voçoroca, o consumismo, a produção e destinação do lixo, o uso das sacolas plásticas e a sujeira dos córregos e etc., serão debatidos e trabalhados nas escolas e apresentados nas missas. A culminância do trabalho juntamente com todos os segmentos será em uma passeata até a voçoroca para plantar árvores nativas, para impedir a proliferação do buraco, mas o que já desmoronou até o momento é irreversível. Espero que os segmentos unidos, em todas as cidades do Brasil, consigam atingir grandes objetivos em prol do meio ambiente.

“A união de todos os segmentos, é fundamental para a melhoria do meio ambiente em todo o planeta.”

 

Sirlene Aliane – sirlenealiane@yahoo.com.br (professora de Filosofia e Sociologia)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>